Porto.Pet Logo

Voltar ao Blog

Comportamento
Curiosidades
Nossos Clientes
Raças
Saúde

Estresse animal: como aliviar os efeitos do isolamento social nos pets

Em meio à pandemia da Covid-19 e com a necessidade de isolamento social, o estresse não atingiu apenas os humanos, mas também nossos amiguinhos de quatro patas. Para os tutores que estão passando a quarentena com seus pets, a mudança de comportamento dos bichinhos é um fator que costuma causar preocupações, já que isso pode indicar que você tem em casa animais estressados. Por isso, separamos dicas de como aliviar o estresse animal durante o isolamento

 

O "isolamento social covid 19" pode causar mudanças de comportamento em cães e gatos | Foto: PixaBay

 

 

Estresse animal em cães e gatos: como identificar?

 

Diante de situações atípicas, como a pandemia do coronavírus, os tutores devem redobrar a atenção a todos os sinais que seus bichinhos de estimação fornecem. Afinal, são esses sinais que vão indicar se a saúde mental dos seus pets está bem, ou se eles estão estressados e precisam de uma mudança de hábitos.

O isolamento pode causar estresse aos cães por não saírem de casa e, consequentemente, não praticarem atividades físicas, o que gera irritabilidade e estresse. Se para os cachorros o estresse surge da necessidade de gastar energia, para os nossos amigos felinos o movimento da casa, que aumentou no período de isolamento social da Covid-19, pode causar situações desagradáveis. Isso porque gatos estão mais acostumados com o silêncio, e a presença dos tutores em casa, geralmente interagindo com os bichinhos, é uma perda de privacidade para e uma mudança brusca em suas rotinas, o que leva ao estresse. 

Roberto Lange, da Comissão de Estabelecimentos Veterinários, do Conselho Federal de Medicina Veterinária, lista algumas das alterações de estresse mais comuns em cães, são elas: o hábito de lamber as patas e as partes íntimas e o ato de dar voltas ao seu redor. Rosnar e choramingar também são sinais comuns nos cães, segundo o veterinário. 

Esconder-se por baixo de móveis ou, até mesmo, ficar mais hiperativos, chegando a morder o tutor ou outro membro da casa são atitudes características de cães e gatos que estão passando por estresse. Para saber mais sobre o comportamento do seu pet em momentos de estresse, confira nosso artigo. Se o seu amiguinho está indicando algum desses sinais, é hora de ficar alerta!

 

 

Como aliviar o estresse animal durante a pandemia

 

Se você tem um amiguinho de quatro patas e identificou que ele age de acordo com alguma dessas situações, fique calmo. É possível manter o seu isolamento e o isolamento de seu pet para vocês esperarem essa fase passar com segurança e bem-estar. 

Segundo o Conselho Federal de Medicina Veterinária (CFMV), as saídas são permitidas para atender as necessidades fisiológicas dos cães que necessitam gastar energia para aliviar o estresse. Caso o animal não as faça em casa, as saídas breves ao ar livre ou em lugares menos movimentados são a solução. Usar sempre a guia no cão é importante na hora da saída, para que ele não entre em contato com outras pessoas ou animais. Além disso, aproveitar o tempo para fazer uma brincadeira, correr ou jogar um brinquedo durante o passeio pode ser uma forma de desestressar e gastar o pouco tempo de passeio de forma produtiva. Além do mais, o CFMV recomenda que, após o passeio, as patas do animal sejam higienizadas com sabão neutro, de preferência, os de uso veterinário.

 

 

Atividades em casa

 

Para gastar a energia dos animais de estimação em casa durante o período de isolamento, algumas alternativas são: jogar brinquedos para que eles busquem (lembre-se de que, nesse momento, o fator primordial é oferecer atenção) e colocar a ração em comedouros interativos. Isso fará com que eles brinquem e fujam um pouco do tédio. 

Já para os gatos, o ideal é não fugir tanto da rotina. Por isso, a dica é fingir o “velho normal”. Além disso, caixas de papelão, laser, garrafas, arranhador e o comedouro interativo para entretê-los nesse período são primordiais. Vale tudo para tirar seu gatinho do estresse. 

 

 

Tenha um plano de saúde pet da Porto.Pet

 

Gostou das dicas para aliviar o estresse animal durante a pandemia? Então, você vai gostar ainda mais quando souber que poderá retribuir todo o amor que seu pet tem por você com um plano de saúde que cuidará do bem-estar dele nessa época de isolamento pet. A Porto.Pet é referência no ramo de plano de saúde pet. Sua missão é proporcionar uma vida mais feliz e saudável para os pets, aliando tecnologia e profissionais dedicados. A empresa faz parte de uma das maiores seguradoras do país: a Porto Seguro, que atua há anos no mercado com credibilidade e uma ampla rede credenciada. 

Agora que você sabe como aliviar o estresse animal, com um plano de saúde pet você poderá retribuir todo o amor e carinho que seu amigo de quatro patas demonstra, proporcionando a ele cuidado, bem-estar e proteção a qualquer momento que ele precisar. Ter um plano de saúde da Porto.Pet para seu peludinho, que sempre está ao seu lado, é o mínimo que você pode oferecer para quem faz tudo por você!

 

 

Referências: 

https://canaldopet.ig.com.br/cuidados/saude/2020-05-29/estresse-em-animais-durante-o-isolamento-como-evitar.html 

https://www.revistaencontro.com.br/canal/pet/2020/04/caes-e-gatos-podem-ficar-estressados-por-causa-da-quarentena.html https://www.revistaen

https://emais.estadao.com.br/blogs/comportamento-animal/pode-passear-com-cachorro-durante-a-quarentena/ 

Os melhores brinquedos para o seu pet

Conheça: brinquedos pet Nesse período de pandemia que estamos vivendo, é comum que os nossos bichinhos fiquem mais estressados, hiperativos e descontam em nossos móveis, sapatos ou qualquer coisa "mordivel" que encontrem pela casa. Pode ser uma dor de cabeça, mas, também, cômico.  No entanto, isso pode ser um perigo para os peludos pois ficam […]

Leia mais

Conheça os benefícios de ter um plano de saúde pet

Sabe aquela vez em que seu animalzinho ficou doente e precisou de uma consulta veterinária? Bem, conseguir dar ao seu pet o melhor tratamento, sem precisar pagar uma fortuna, é um dos grandes problemas dos tutores, uma vez que os tratamentos, exames e consultas pets costumam ser expressivamente caros. Por causa disso, empresas como a […]

Leia mais

Por que o macho faz mais xixi que a fêmea?

Para aqueles que são tutores de pet, os cuidados com a saúde do seu animalzinho são fatores fundamentais de preocupação, tendo em vista que muitas vezes problemas de saúde podem ser identificados facilmente, caso através da urina do cachorro macho e fêmea e gato macho e fêmea. Saiba, a seguir, porque o macho faz mais […]

Leia mais